Blog

Ver todos posts do Blog Vale-alimentação e vale-refeição são benefícios importantes

Vale-alimentação e vale-refeição: Saiba o que levar em conta para escolher o melhor para sua empresa

Um dos maiores desafios das empresas hoje em sua estratégia de gestão de pessoas é atrair e reter talentos. Para isso, elas vêm adotando políticas de benefícios. No entanto, costumam surgir muitas dúvidas nesse processo, como por exemplo: quais benefícios conceder ao trabalhador? Vale-alimentação e vale-refeição são dois benefícios importantes. Mas você sabe a diferença entre eles? E qual o melhor para sua empresa? No post de hoje, vamos te ajudar.

Antes de mais nada, você precisa saber por que esses benefícios são importantes. Logo, num mercado competitivo, as pessoas avaliam os diferenciais de uma empresa para decidir se trabalham nela ou não. Assim, oferecer benefícios como vale-alimentação e vale-refeição é uma forma de atrair e reter os melhores profissionais.

 

Vale-alimentação e vale-refeição aumentam a produtividade

Com benefícios como esses, você ganha colaboradores mais satisfeitos, motivados e felizes. E essa satisfação se traduz nos resultados do trabalho. Uma pesquisa britânica mostra que funcionários satisfeitos são 12% mais produtivos do que os demais. Assim, temos um efeito em cadeia. Apostar em vale-alimentação e vale-refeição estimula a motivação e o bem-estar. E a conjugação desses dois favorece a produtividade.

O colaborador se sente valorizado com benefícios pensados para ele. Assim, veste a camisa, se dedica mais e realiza boas entregas. Dessa maneira, além de ser vantajoso para o funcionários, a empresa também sai ganhando.

 

Esses benefícios geram deduções fiscais para as empresas

Está entendendo como vale-alimentação e vale-refeição são benefícios importantes?  Além de motivar os colaboradores e melhorar a produtividade da empresa, esses benefícios geram deduções fiscais. Isso acontece porque existe uma lei federal que regulamenta o Programa de Alimentação do Trabalhador, o PAT. Como consequência, as empresas que aderem a ele recebem uma série de incentivos.

Aquelas que optam pelo Simples Nacional e possuem despesas com alimentação do colaborador ganham isenção dos encargos sociais. As que possuem tributação com base no lucro real podem deduzir do imposto de renda até 4% das despesas alimentícias. Além disso, ficam isentas de encargos como FGTS e Previdência. Nada mal, não é?

 

Entenda as diferenças entre vale-alimentação e vale-refeição

Agora, que você já sabe que existem essas duas opções de benefícios, vamos entender um pouco a diferença entre elas? O vale-refeição é voltado para o dia a dia de trabalho. Desse modo, com ele, os colaboradores podem se alimentar em restaurantes e lanchonetes credenciadas. Assim, contam com variedade de alimentos para escolher e podem garantir uma refeição equilibrada e nutritiva.

Então, podemos ver que o vale-refeição costuma ser aplicado para comprar alimentos já prontos. Mais: com ele, o trabalhador tem a comodidade e liberdade de escolher onde vai almoçar. Isso inclusive libera a empresa dos custos com instalação e manutenção de restaurante em sua sede.

Já o vale-alimentação é voltado para aquisição de itens em redes de supermercados, padarias, açougues e delicatessens. Dessa forma, funciona como um benefício para garantir as compras do mês. E vamos combinar: isso é ótimo para concentrar os gastos alimentícios e reservar dinheiro para outras despesas ou investimentos, não? 

Outra diferença entre o vale-alimentação e o vale-refeição é referente à liberação do valor. Assim, enquanto no primeiro, você tem determinada quantia concedida mensalmente ao colaborador; no segundo, ela é disponibilizada por dia.

 

Mas e qual a melhor forma de levar esses benefícios para os colaboradores?

Para tal decisão, um ponto importante é avaliar qual benefício mais se aplica à realidade da sua empresa. Além disso, é necessário entender qual o perfil dos seus colaboradores. Eles preferem ter à disposição uma quantia para gastar com refeições na rua diariamente? Ou acham mais vantajoso contar com determinado valor para as compras de cada mês?

Tais questões precisam ser ponderadas para oferecer benefícios que atendem às necessidades e expectativas do seu público interno. Afinal, como já vimos, funcionários satisfeitos ficam mais motivados e, portanto, produzem melhor. Desse modo, não há uma fórmula ideal e única para todos. A escolha pelo vale-alimentação ou pelo vale-refeição vai depender do que é o mais adequado para o seu negócio.

 

Uma empresa especializada nessas horas faz a diferença

O segundo passo é ter um parceiro para ajudar na implementação em sua empresa. Nessas horas, faz toda a diferença uma empresa especializada em programas de benefícios. Como resultado, você vai poder contar com a expertise, experiência e know how de quem entende do assunto.

Desse modo, os colaboradores terão benefícios sistematicamente planejados e customizados para a sua realidade. Vale-alimentação e vale-refeição são benefícios importantes. Logo, precisam ser oferecidos da melhor maneira, e um parceiro especializado vai saber executar isso da forma correta. Outro diferencial é que a empresa poderá acompanhar melhor a gestão dos benefícios concedidos.

Quer saber mais sobre esse e outros assuntos relacionados à gestão de pessoas e concessão de benefícios? Acompanhe a gente no Facebook e no Instagram.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atenção, credenciado!

A Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (DIRF) de 2020 já está disponível para consulta.

CLIQUE AQUI