Solicite uma Proposta
Voltar
2595

Pirâmide de Maslow e Gestão de Benefícios: Como identificar as Necessidades Mais Impactantes

Quando falamos em gestão de benefícios é de suma importância citar a pirâmide de Maslow. Uma vez que ela é essencial para identificar e selecionar as necessidades mais urgentes dos colaboradores de uma organização.

Entretanto, muitos gestores não têm um conhecimento sobre o tema ou não sabem como usar esta metodologia no dia a dia, e foi pensando nisso, que resolvemos escrever este artigo.

A Nutricash trabalha com soluções para facilitar a vida de gestores de todo Brasil, e por isso estamos aqui para falar um pouco mais sobre gestão de benefícios, caso você queira conhecer as nossas soluções, clique aqui e saiba mais.

Boa leitura!

Estar sem tempo para ler? Escute o todo o conteúdo e não perca nenhum detalhe!

Afinal, o que é pirâmide de Maslow?

A teoria da Pirâmide de Maslow, desenvolvida pelo psicólogo Abraham Maslow, é amplamente utilizada como um guia para a gestão de benefícios. A teoria sugere que as pessoas têm necessidades que devem ser satisfeitas em uma hierarquia. Esta hierarquia é conhecida como a “Pirâmide de Maslow”.

A base da pirâmide representa as necessidades fisiológicas, que são as mais básicas e incluem a necessidade de comida, água e abrigo. As necessidades de segurança estão no segundo nível e incluem a necessidade de proteção contra ameaças externas e perigos.

O terceiro nível é conhecido como as necessidades sociais e inclui a necessidade de pertencer e de ser amado.

As necessidades de estima ocupam o quarto nível e incluem a necessidade de reconhecimento, respeito e sucesso. Por fim, as necessidades de auto realização, que são as mais elevadas, incluem a necessidade de realização pessoal e de crescimento.

Como a pirâmide ajuda a gestão de benefícios?

Esta teoria é amplamente utilizada por empresas e organizações como um guia para a gestão de benefícios. A ideia é que, ao satisfazer as necessidades das pessoas em cada nível da pirâmide, as empresas e organizações podem maximizar o bem-estar e o desempenho dos funcionários.

Além disso, a teoria também pode ser utilizada para ajudar as empresas e organizações a identificar e fornecer os benefícios que melhor atendem às necessidades de seus funcionários.

A gestão de benefícios é uma área complexa e multi facetada. No entanto, a teoria da Pirâmide de Maslow pode fornecer uma estrutura útil para ajudar as empresas e organizações a compreenderem e atenderem melhor as demandas dos seus colaboradores.

Veja o resumo no infográfico abaixo!

entenda a relação entre pirâmide de maslow e gestão de benefícios

Exemplo do uso de Maslow na prática!

Imagina que você é chefe de um setor de Rh de uma pequena empresa e pensando em melhorar a produtividade do seu time, resolve bonificar aqueles que atingirem determinadas metas.

Entretanto, você não sabe o que gratificar e nem se aquilo realmente fará a diferença na vida dos seus funcionários.

E é nessa hora que Maslow entra! Com acesso a filosofia você irá observar pelo padrão de vida dos seus funcionários quais as necessidades que eles têm de maneira urgente e você poderia resolver.

Além disso, você vai priorizar na sua escolha as dores que se encaixam cada vez mais na base da pirâmide, ou seja, você começará do nível mais básico da pirâmide até o mais alto.

Assim, com certeza você saberá o que ofertar, como ofertar e o impacto daquilo na vida da sua equipe.

Conclusão

A pirâmide de Maslow tem diversas aplicações em todo mundo e não seria diferente na gestão de benefícios. Bastante utilizada por empresas de todo o mundo, tem como objetivo identificar as necessidades mais básicas da sua equipe e recompensar aqueles com os melhores desempenhos.