Solicite uma Proposta
Voltar
694

Período de Experiência CLT: Saiba Como Deve Funcionar!

Prezados gestores de Recursos Humanos, no ambiente dinâmico das relações trabalhistas, o período de experiência CLT desempenha um papel crucial para as empresas ao contratarem novos talentos. 

Essa etapa permite uma análise mútua entre empregadores e funcionários, permitindo que ambos avaliem a compatibilidade e adaptação antes de firmar um compromisso definitivo. 

Neste artigo, exploraremos detalhadamente o que é, suas características, obrigações legais e como conduzi-lo de maneira eficaz para garantir a melhor experiência para ambas as partes envolvidas.

O que é o período de experiência CLT? 

Também conhecido como período de adaptação, é uma fase inicial do contrato de trabalho estabelecida pela CLT. Tem como objetivo permitir que empregadores e funcionários se avaliem mutuamente, possibilitando uma tomada de decisão mais embasada quanto à permanência na empresa após o término dessa etapa. 

Normalmente, sua duração é pré-determinada e deve ser formalizada por meio de um contrato de trabalho.

Características

Durante o período de experiência, o colaborador possui um contrato de trabalho temporário, que contempla salário, benefícios e demais aspectos acordados. Neste tempo, o funcionário é integrado à equipe e assume suas funções e responsabilidades. 

É crucial garantir que as atividades realizadas estejam alinhadas ao cargo e que haja um acompanhamento de desempenho contínuo.

Direitos e deveres do empregador durante o período de experiência 

O gestor de RH deve prover o suporte necessário para o novo colaborador durante sua adaptação à empresa. Isso inclui oferecer treinamentos e capacitações que auxiliem no desenvolvimento de suas habilidades, proporcionar um ambiente de trabalho adequado e realizar avaliações de desempenho regulares para identificar pontos fortes e áreas de melhoria.

Além disso, é importante que o empregador seja transparente sobre as expectativas do cargo e ofereça um feedback construtivo, possibilitando que o funcionário compreenda seu desempenho e saiba onde pode aprimorar suas habilidades.

Direitos e deveres do funcionário durante o período de experiência

Ao colaborador, cabe demonstrar proatividade e comprometimento com as atividades designadas, buscando sempre aprimorar suas competências. É fundamental que ele respeite as normas e políticas internas da empresa, buscando uma integração saudável com os demais colegas de trabalho e mostrando interesse em contribuir com os objetivos organizacionais.

Durante esse tempo, o funcionário deve estar aberto ao feedback, demonstrando interesse em receber orientações e aprimorar suas habilidades.

Prazos e prorrogação do período de experiência

A legislação estabelece um prazo máximo, que pode variar de acordo com o tipo de contrato e categoria profissional. Esse tempo pode ser prorrogado em algumas situações específicas, mas é importante que o gestor de RH esteja ciente das condições legais e se atente aos procedimentos necessários para a prorrogação.

Rescisão durante o período de experiência

Tanto o empregador quanto o funcionário têm o direito de rescindir o contrato nesse tempo sem a necessidade de aviso prévio. Caso essa decisão seja tomada, é fundamental que ambas as partes estejam cientes dos direitos e deveres em relação à rescisão, evitando assim problemas futuros.

Importância da formalização do período de experiência

Para assegurar a segurança jurídica de ambas as partes, é fundamental formalizá-lo  por meio de um contrato de trabalho. Esse documento deve especificar todas as condições acordadas, como duração do período, remuneração, benefícios e outros aspectos relevantes.

Dicas para passar pelo período de experiência com sucesso

  • Estabeleça metas claras para o funcionário no início;
  • Ofereça suporte e treinamentos para facilitar a adaptação do colaborador;
  • Realize avaliações de desempenho regulares e forneça feedback construtivo;
  • Incentive a comunicação aberta e a busca por melhorias contínuas;
  • Proporcione um ambiente de trabalho acolhedor e motivador.

Conclusão

O período de experiência CLT é uma fase essencial no processo de contratação de novos colaboradores, permitindo que tanto empregadores quanto funcionários tomem decisões mais embasadas e conscientes sobre o vínculo empregatício. 

Cumprir as obrigações legais e estabelecer uma relação saudável e produtiva durante essa fase é fundamental para garantir a satisfação de ambas as partes.