Notícias

Ver todas as notícias

Presenteísmo nas organizações: o que é e como evitar.

Gestão - 23.10.17

 

Essa expressão tão comum no meio corporativo significa estar presente fisicamente no ambiente de trabalho, mas a ausência mental do profissional é quase total. É quando as pessoas vão para o trabalho, mas não contribuem inteiramente para a produtividade da organização naquele dia, porque, embora elas estejam lá de corpo presente, elas gastam muito tempo de trabalho estando dispersas ou fazendo outras coisas que não o próprio trabalho.

 

Com essa definição acima podemos identificar duas formas de trabalhar o presenteísmo. São elas:

 

Presenteísmo nas pessoas

É importante que se entenda quando se está vivenciando esse problema. É necessário que a pessoa tenha maturidade para identificar que vivencia essas situações e está disposta a buscar minimizar os impactos. Uma das maneiras de reduzir o presenteísmo é realizar no início do dia um check-list das ações a serem realizadas e, no final do expediente, verificar a sua produtividade e ver se seu objetivo foi atingido.

 

O presenteísmo se apresenta de diversas formas. Uma delas é através do piloto automático, ou seja, a pessoa está envolvida com uma tarefa, com a rotina, trabalha no automatismo, porém seu “eu interior” não está presente e isto acaba boicotando o prazer e o entusiasmo da pessoa pelo trabalho, aumentando a probabilidade de que essa pessoa cometa uma porção de erros. Outra causa bastante frequente é quando o funcionário não se desprende de problemas pessoais, como os financeiros, e por conta de imprevistos ele se vê obrigado a gastar mais, seja no cartão de crédito ou pedindo dinheiro emprestado, o que acarreta em pequenos e variados endividamentos.

 

É necessário ter atitude e fazer a diferença na empresa, buscando sempre novos desafios e não nos limitarmos a cumprir apenas tarefas rotineiras, pois quem fica sempre na zona de conforto não tem resultados diferentes. É necessário ir para zona de expansão, buscando sempre novos conhecimentos e aplicando no dia a dia, sempre com metas desafiadoras, pois para quem não possui objetivos, qualquer lugar está bom.

 

Presenteísmo nas empresas

A cultura da organização influencia o presenteísmo, pois o melhor resultado de uma boa cultura organizacional acontece quando os funcionários orgulham-se de trabalhar naquela organização. A área de Recursos Humanos é essencial para criar esse vínculo cultural, claro que com o apoio da alta gerência. As pessoas precisam se sentir empreendedoras, incentivadas e consequentemente reconhecidas, por isso a empresa tem que estimular esse tipo de atitude em seus profissionais para garantir o crescimento contínuo.

 

É importante observar que este mal, não atinge somente os subordinados, mas também pode atingir indistintamente qualquer pessoa dentro da organização e para combatê-lo é de grande importância o investimento em melhoria contínua do clima organizacional, com foco na transparência das relações, nos treinamentos e reciclagem de conhecimentos, eliminando o medo que muitas pessoas possuem de divulgar e admitir que os membros da equipe e a gestão da organização são passíveis de insatisfações, fragilidades e problemas.

 

Finanças em dia, presenteísmo distante.

Problemas com dinheiro trazem uma série de preocupações. Devido a problemas financeiros, os colaboradores acabam levando essa preocupação para dentro do ambiente de trabalho e isso acaba afetando a sua produtividade. Muitas vezes são compras emergenciais que não dariam pra esperar pelo depósito do próximo pagamento de salário, outras é por descontrole na utilização de cartões de crédito, por exemplo. O presenteísmo financeiro ocorre quando estes problemas com as finanças impedem uma pessoa de realizar o seu trabalho.

 

Nesse quesito, as empresas podem ajudar seus funcionários oferecendo um cartão-convênio que possibilite aumentar o poder de compra deles, e ainda reduzirá custos com adiantamento salarial. Esse cartão-convênio é o Multi Benefícios Nutricash, grande aliado no controle financeiro das despesas pessoais. Ele possui uma gestão simplificada na qual é possível administrar via internet os gastos e descontos realizados, além de acompanhar e reduzir o nível de endividamento dos colaboradores, eliminando a antecipação salarial em espécie.

 

Com o Multi Benefícios Nutricash o colaborador tem um limite para gastar que não comprometerá o seu salário e será descontado da sua folha de pagamento, num prazo de até 40 dias para pagar (sem juros)!

 

 

 

Referências: RH.com.br, RH Portal.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *